segunda-feira, 25 de março de 2013

o congelamento de preços funciona?

Não é preciso ser nenhum especialista em economia para perceber que os preços dos produtos variam de uma empresa para outra, assim como de um local para outro. Se verificar por exemplo uma única marca de refrigerante, verá que preço dela é sempre diferente nos estabelecimentos de venda. E se isto ocorre certamente existem motivos. Para estabelecer o preço final do produto, cada vendedor individualmente leva em consideração diversos fatores tais como: gasto de produção, frete de escoação, impostos pagos etc. Obviamente, o preço de mercado será variável.

O congelamento de preços é uma medida intervencionista que nunca funcionou em nenhum local do mundo em nenhuma época. Isto ocorre porque o governo tenta ignorar o fato de que o preço dos produtos é flutuante, ou seja, varia de acordo com inúmeros fatores. Com o congelamento de preços, o governo escolhe algum produto e determina um preço único, abaixo do verdadeiro valor de mercado que o produto tinha, achando que, desta forma, com o novo preço baixo, todo o povo terá condições de obtê-lo. Se, por exemplo, o preço do pacote de leite custa em média acima de 6 Reais, o governo vem à público e diz:

     
O governo determina sempre o preço abaixo do valor de mercado para que todo mundo tenha fácil acesso e consiga comprar os produtos na esperança de que isso resolva o problema.

A consequência do preço abaixo do valor verdadeiro é que os empresários agora terão perdas e não conseguirão pagar seus fornecedores e funcionários. Os empresários então, tendo consciência de seus prejuízos, param de fabricar os produtos, que agora vão sumir das prateleiras. Com a falta de produtos ocorre o racionamento e o povo então começa a ficar sem sapatos, sem roupas e com fome.

Uma certeza existe: o congelamento de preços não funciona!


Link de curiosidade:


....

Nenhum comentário:

Postar um comentário