segunda-feira, 2 de maio de 2016

O que é capitalismo liberal?

O que é o Capitalismo liberal?

O Capitalismo ou a economia de livre mercado é um sistema econômico no qual os indivíduos realizam trocas voluntárias entre si no intuito de satisfazerem seus desejos ou necessidades, alcançando assim o bem-estar. 

Neste sistema, os indivíduos são livres para escolher o que, quanto e onde obter um bem (produto ou serviço); da mesma forma que também são livres para escolher onde querem trabalhar e negociar qual será o seu salário; ou, se o indivíduo preferir, pode abrir o seu próprio empreendimento no ramo em que quiser.

No Capitalismo os meios de produção (fábricas, empresas etc) pertencem a indivíduos ou a grupos de indivíduos, chamados empresários, que os utilizam de modo a satisfazer as necessidades de outros indivíduos esperando alguma forma de compensação. 

Os empresários sempre trabalham no intuito de satisfazer as necessidades dos consumidores, desta forma, eles se esforçam para atender a demanda de terceiros caso queiram obter algum lucro. Muitos economistas denominam o livre mercado como um sistema onde predomina a supremacia dos consumidores, pois através de suas escolhas diárias, eles decidem quem serão os empresários bem ou mal sucedidos no mercado. Serão excluídos do mercado os empresários que não satisfizerem as vontades soberanas dos consumidores. Normalmente, os consumidores fazem suas escolhas no mercado com base em 2 critérios: menor preço e melhor qualidade do bem. Desta forma, somente sobreviverão no mercado, os empresários que agirem de modo a sempre atingir os interesses dos consumidores.

Características do Capitalismo Liberal:

A característica primordial do Capitalismo é a interferência nula ou mínima do Estado na economia (quando o Estado é dono de todos os meios de produção e passa a controlar totalmente a economia, isso chama-se Socialismo). Se a interferência estatal deve ser nula ou mínima, então devem existir as seguintes características para que o Capitalismo funcione corretamente:

- baixos impostos;
- Estado Mínimo;
- redução drástica do funcionalismo público;
- livre concorrência entre empresas;
- privatização em larga escala;
- ausência de bancos estatais;
- ausência de empresas estatais;
- taxa de juro natural;
- ausência de protecionismo;
- ausência de salário mínimo ou máximo;
- ausência de assistencialismo estatal.
- pouca burocracia estatal.

Qual a função e o custo do estado?

Os cientistas políticos e economistas afirmam que o estado deve ser mínimo, ou seja, exercer apenas funções básicas, isto porque o estado e seus funcionários públicos são sustentados com impostos dos cidadãos. Quanto mais empresas e instituições estatais existir, maior será a quantidade de impostos que o povo terá de pagar. Assim é fácil concluir que: se o estado crescer demais, ele sugará todo o dinheiro do povo, empobrecerá a todos e, conseqüentemente, quebrará a economia do país. 

O estado mínimo deve cuidar apenas da SEGURANÇA e JUSTIÇA. Por serem apenas funções primordiais, os impostos cobrados pelo estado liberal são baixos, permitindo assim a existência de uma economia saudável e natural.


...

3 comentários:

  1. Como se daria o controle dos cartéis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Liberalismo, o governo não pode interferir na economia, portanto, não existe isso de controlar cartéis. Os empresários são livres para agir, mas isso não significa que todos os empresários consigam entrar num consenso. Já discutismo isso no artigo abaixo:

      http://liberalismoeconomicoja.blogspot.com.br/2013/07/devemos-temer-o-monopolio.html


      ...

      Excluir
    2. Acho que vc confundiu os conceitos. O artigo que vc me recomendou é sobre monopólios de uma empresa, mas minha pergunta foi sobre cartéis. Tanto monopólio de uma empresa só quando um cartel são ruins para o povo. Se uma grande empresa capaz de produzir com custos muito reduzidos conseguir praticar um preço sem concorrência, as menores entram em falência e acabam-se milhares de empregos. Se for formado um cartel, a população novamente é prejudicada pois neste caso os preços são elevados ao máximo lucro possível.
      O artigo do link que vc me enviou é incoeso.

      Excluir